Piscicultores locais acessam benefício no uso da energia elétrica

Quem trabalha com piscicultura já sabe que dois grandes fatores onerosos da atividade são a ração e a energia elétrica. O uso das bombas de água para encher e esvaziar os tanques, iluminação e aeração são muito frequentes no cultivo, principalmente considerando a alta densidade.

Secretaria da Pesca e Aquicultura – SEPESCA

Pensando nisso a Secretaria da Pesca e Aquicultura procurou formas de tornar os cultivos mais viáveis e competitivos. Uma forma de diminuir os custos de produção é através do Benefício Federal ao Aquicultor, que trata-se de benefício concedido pelo governo federal na tarifa da energia elétrica utilizada no consumo das atividades de irrigação ou aquicultura.

Secretaria da Pesca e Aquicultura – SEPESCA
Secretaria da Pesca e Aquicultura – SEPESCA

Em uma parceria entre a SEPESCA e a empresa 3 Alfa o piscicultor tem a oportunidade de contratar técnico especializado para acessar o benefício de forma subsidiada, ou seja, o valor pago para acessar o benefício é bem menor que o de mercado. O valor pago na tarifa subsidiada de energia é cerca de 70% menor que a conta convencional, o que permite ao piscicultor investir melhor em outras áreas do seu empreendimento.

Secretaria da Pesca e Aquicultura – SEPESCA
Secretaria da Pesca e Aquicultura – SEPESCA

Através dessa parceria, os seis primeiro beneficiários do município já estão recebendo a redução na tarifa de energia elétrica, como é o caso do piscicultor Airton Pereira, de Ponta do Morro e Braulio Campos, de Curral Velho, zona rural de Luís Correia – PI.

Para o piscicultor que deseja acessar o benefício da energia elétrica, procure a Secretaria da Pesca e Aquicultura.

Secretaria da Pesca e Aquicultura – SEPESCA

Assessoria de Imprensa do Gabinete do Prefeito – ASSIMP/PMLC.